CAMINHO DAS PEDRAS: NOSSO MUNDO

Neste mundo de mudança, de transição, onde tudo parece provisório, precário e inconstante, vemos o improviso e ausência de tranquilidade imperar, que o fato de crescer como indivíduo se torna um desafio complexo.

Desde que existimos, nascemos para mudanças, mas, só aprendemos isso de maneira rudimentar, sem ver o todo. As nossas escolhas são precárias e inconstantes, disso decorre, que por vezes, nos tornamos adultos atordoados, sobremaneira, pela impermanência e o improviso de se viver o novo continuamente, que talvez este fato, gere a intranquilidade, ausência de paz.

Não existe um manual digno para nos ensinar viver plenamente. O que sabemos, é só parte do que seja a complexidade da vida. Percebemos isso,  pelo fato de pôr vezes rimos quando deveríamos ficar atentos, ou  choramos ao passo que deveríamos rir. Podemos aferir que maioria dos eventos que nos acontece e não sabemos a sua motivação, são em decorrência de não compreendermos o todo.

Muito nos foi dito sobre como, o motivo e o porque existimos, porém, numa realidade do intangível há uma profusão de sentimentos e emoções que experimentamos e que nunca aprendemos o suficiente para passar pela vida de carne e ossos, em paz e tranquilidade.

Por fim, como agir frente ao mundo mutável e inconstante?  — Sabemos que a vida é finita, porque a morte é uma certeza. Então, como usar bem as nossas limitadas escolhas para passar pela existência terrena plenamente?